RCR Arquitectes, o escritório ganhador do Prêmio Pritzker 2017

Rafael Aranda, Carmen Pigem e Ramon Vilalta, fundadores do RCR Arquitectes. Fonte: Javier Lorenzo Domínguez

Prêmio Pritzker 2017: É a primeira vez que três arquitetos recebem o prêmio juntos

Rafael Aranda, Carmen Pigem e Ramon Vilalta, fundadores do RCR Arquitectes, foram os laureados do Pritzker 2017, conhecido internacionalmente como a maior honraria da arquitetura. Os três arquitetos se formaram em 1987, na Escola Técnica Superior de Arquitetura de Valles e, no ano seguinte, fundaram o escritório em Olot, região catalã da Espanha.

É a primeira vez que três arquitetos recebem o prêmio juntos. Um acontecimento positivo pois, conforme destaca Ramon Vilalta, “representa uma resposta que acreditamos que seja necessária no mundo complexo de hoje, em que as ideias surgem do diálogo e da discussão entre mais de uma pessoa (…) é quase que uma reação contra o mundo contemporâneo que tem potencializado de um jeito exagerado o valor individual”.

Vinícola Bell-Lloc. Fonte: Hisao Suzuki.

Além do trabalho colaborativo, no anúncio da 39ª edição do prêmio, ressaltou-se também como características do trabalho desenvolvido pelo escritório o comprometimento com o lugar e a sua narrativa, harmonizando materialidade com transparência e buscando conexões entre o exterior e o interior. “Suas obras vão desde espaços públicos e privados a espaços culturais e instituições educacionais, e sua capacidade de relacionar intensamente o ambiente específico de cada local é um testemunho de seu processo e integridade profunda”, comenta Tom Pritzker, patrocinador do prêmio.

El Petit Comte Kindergarten, 2010, Besalú, Girona, Spain In collaboration with J. Puigcorbé
Photo by Hisao Suzuki

O anúncio do prêmio estressa como projetos notáveis do escritório: La Cuisine Art Centre (Nègrepelisse, França, 2014), Museu Soulages, em colaboração com G. Trégouët (Rodez, França, 2014), La Lira Theatre Open Space, em colaboração com J. Puigcorbé (Ripoll, 2011), Restaurante Les Cols (Olot, Girona, Spain, 2011), Jardim de Infância El Petit Comte, em colaboração com J. Puigcorbé (Besalú, Girona, Espanha, 2010), Vinícola Bell-Lloc (Palamós, Girona, Espanha, 2007), Sant Antoni – Biblioteca Joan Oliver, Centro para Idosos e Jardins Cándida Pérez (Barcelona, ​​Espanha, 2007) e Tossol-Basílio (Olot, Girona, Espanha, 2000).

De acordo com a citação do juri, o que diferencia as obras dos três arquitetos é a sua abordagem, que cria edifícios e lugares que são ao mesmo tempo locais e universais: “neste dia e idade, há uma questão importante que as pessoas em todo o mundo estão perguntando, e não é apenas sobre a arquitetura; É sobre lei, política e governo também. Vivemos num mundo globalizado onde devemos confiar nas influências internacionais, no comércio, na discussão, nas transações, etc. Mas cada vez mais pessoas temem que, devido a esta influência internacional, percam os nossos valores locais, a nossa arte local e os nossos locais costumes. Eles estão preocupados e às vezes assustados. Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta nos dizem que pode ser possível ter ambos.”

A cerimônia de entrega do Pritzker deste ano acontecerá no Palácio Akasaka, em Tóquio, Japão, no dia 20 de maio de 2017.

Assista a seguir um vídeo com os três ganhadores do Pritzker deste ano.

2017 Announcement Video from The Pritzker Architecture Prize on Vimeo.

 

 Fonte: http://www.pritzkerprize.com/
Tags from the story
,